Logo

Epilação Definitiva com Laser Diodo

Epilação Definitiva com Laser Diodo

A depilação a LASER é um tratamento e como tal merece cuidados específicos. Quando se trata de preservar a saúde e a beleza da pele, é essencial ter uma rotina de cuidados regulares contínua. esta realidade é também importante quando realizamos tratamentos de depilação a LASER, seja para preparar a pele para os tratamentos, como para nutri-la após a sua realização, garantindo os melhores resultados e uma máxima eficácia das sessões.

Neste tipo de depilação, a terapeuta irá utilizar um aparelho de laser que emite um comprimento de onda que gera calor e que atinge o local onde o pelo cresce, danificando-o, o resultado é a eliminação do pelo. 

Antes da sessão o terapeuta deve limpar adequadamente a pele com álcool para remover qualquer vestígio de oleosidade ou creme hidratante, e remover os pelos da região a ser tratada com uma lâmina ou creme depilatório para que o laser possa se concentrar apenas no bulbo piloso e não no pelo em si, na sua parte mais visível. A seguir o tratamento com laser é iniciado.

Após cada região ser depilada é recomendado o resfriamento da pele com gelo, spray ou gel frio, mas os equipamentos mais recentes contém uma ponteira que permite o resfriamento do local logo após cada disparo do laser. Ao final de cada sessão é recomendado aplicar uma loção calmante na pele tratada. 

Cerca de 15 dias após o tratamento, os pelos ficam soltos e caem, dando uma falsa aparência de crescimento, mas estes são facilmente removidos no banho com uma esfoliação da pele. 

Antes de realizar a depilação à laser deve-se ter alguns cuidados como:

  • Ter a pele devidamente hidratada porque assim o laser atua melhor, por isso deve-se beber bastante água e usar creme hidratante nos dias anteriores ao tratamento; 
  • Não realizar depilação que remova o pelo pela raiz dias antes da depilação à laser, porque o laser deve atuar exatamente sobre a raiz do pelo;
  • Não ter feridas abertas ou hematomas no local onde será feita a depilação;
  • Áreas naturalmente mais escuras como axilas, podem ser clareadas com cremes e pomadas antes do procedimento para um melhor resultado;
  • Não tomar sol pelo menos 15 dias antes e depois de realizar o tratamento, nem usar creme autobronzeador. 

As pessoas que clareiam os pelos do corpo podem fazer a depilação a laser, porque o laser atua diretamente sobre a raiz do pelo, que nunca muda de cor.

Método seguro e eficaz na remoção definitiva de pelos.

As contraindicações da depilação à laser incluem:

  • Pelos muito claros ou brancos; 
  • Diabetes não controlada, que leva à alterações de sensibilidade na pele;
  • Hipertensão descontrolada porque pode haver um pico de pressão;
  • Epilepsia, porque pode dar origem a uma crise epilética;
  • Gravidez, sobre a área da barriga, mama ou virilha;
  •  Toma de remédios fotossensibilizantes, como a isotretinoína, nos 6 meses anteriores;
  • Vitiligo, porque podem surgir novas áreas de vitiligo, onde o laser for utilizado;
  • Doenças de pele, como a psoríase, quando a área que for tratada estiver com psoríase ativa;
  • Feridas abertas ou hematoma recente no local da exposição ao laser;
  • Em caso de câncer, durante o tratamento.

O Laser Diodo possui uma eficácia de 56% na primeira sessão e de 95% depois de várias sessões. As pessoas que têm peles claras com pelo escuro são as mais indicadas para este tipo de laser, apesar deste também poder ser usado em pele escura. O seu comprimento de onda é de 755 nanómetros.

Em cada sessão, a estimativa é de que sejam atingidos 20% a 30% dos pelos. Por isso, um tratamento deve ter pelo menos seis sessões, podendo variar dependendo de factores como metabolismo, idade e tipo de pelo e pele.

 

Portuguese Inglaterra French